Newsletter

NEWSLETTER
Subscreva aqui a nossa newsletter

Moinhos da Bouçã

 

A parede da barragem secciona o Zêzere em dois troços, a montante um lago calmo, a jusante rápidos e pedras. A umas escassas dezenas de metros do paredão, junto à estrada, passamos um portão, subimos um pouco o vale cavado da ribeira da Bouçã, e entramos numa outra realidade. Eis-nos nos moinhos da Bouçã, o coro da água envolve a casa principal, o seu som chega de todos os lados, em todos os tons, forte na ribeira, suave na levada, sussurrante na fonte. Um pequeno percurso a montante acompanha o vale e a polifonia da água, a que se juntam as toutinegras e os piscos, se estivermos na Primavera rouxinóis, felosas e papa-figos associam-se ao naipe dos cantores; é a grande orquestra da Bouçã! 

Apresentados como alojamentos independentes, são também na realidade um aglomerado, que permitem a um grupo de visitantes usufruir de uma forma integral de todo o espaço. No total dispomos de oito camas e sala de convivio em comum para todos os visitantes.

Casa do milho   Casa do Trigo   Casa da eira

A Casa do Centeio apresenta-se como uma casa independente do aglomerado referido anteriormente, apesar da sua extrema proximidade com este. Com o total de dois quartos poderá ser um espaço previligiado para uma familia ou um aditamento ao espaço proposto anteriormente.  A envolvência é então em tudo semelhante.

Casa do centeio

Com uma localização ímpar, que a  proximidade da Barragem da Bouçã lhe confere, afigura-se esta linda casa que outrora funcionou como moinho. O espaço, arquitectura e decoração são marcadamente rústicos e pitorescos. Instale-se e contemple aquilo que de melhor a natureza tem para lhe oferecer. Acrescente à sua experiência sabores e saberes da região e outros encantos naturais tão fáceis de encontrar.

moinho da aveia